quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

Ao Papai Noel Silvio




Querido Papi Noel Berlusconi,

Sabe, já faz um bocadinho de tempo que não sou mais tão lolita criança para participar de suas festinhas privadas, se bem que eu queria um colarzinho de diamantes brinquedo no Natal também. Sabe, como aquele que o senhor deu escondido àquela criança mocinha, a Noemi? Mesmo assim, eu lhe peço encarecidamente que leia esta cartinha e me reserve um minutinho de atenção.

O Natal está às portas. Se me consente, prefiro lhe chamar de Papi Noel, por tanta benevolência com meus amiguinhos italianos nos últimos anos e, mais ainda, com os esfomeados imigrantes que vivem no seu país. Seu altruísmo com os oprimidos não há limite, e o senhor mesmo repete a propaganda isso na tevê, todos os dias.


Mais generoso ainda é com a minoria mafiosa invisível, os empresários sem-tetos, os parentes banqueiros necessitados e com o próprio patrimônio empresarial do povo. São tempos duros para eles, eu sei... Por isso é que o senhor vai priorizar esses meninos com bons presentes, e se sobrar um tempinho, vai dar um alô ao resto da criançada desempregada em rede nacional mesmo. Qual criança não fica feliz apenas com um sorriso como seu na TV?


Mas...sabe aquele seu ajudante que se senta à direita no Parlamento aí na fábrica de brinquedos, o neofascista o Seu Bossi? Ele estranha um tiquinho com crianças que não sabem rezar o Pai Nosso, não é mesmo? Sabe, aqueles barbudinhos que usam turbantes ou caftans e só comem kebabs? Parece que neste Natal, ele quer ser bem generoso e presentear os meninos com uma alegre excursão à Meca, sem retorno. Disse que vai fazer o mesmo com os meninos tropicais que se vestem de meninas e só brincam à noite; mas também com os traquinas que vendem bolsas Shanel nas ruas. Seu Bossi diz que o Natal tem que ser "White Christmas", e não "Black Christmas" ou "Brown Christmas". Não entendí direito...

Pois então, neste Natal, eu lhe peço um presentinho a todos os desamparados da minha escolinha. Em especial, aos meus amiguinhos italianos, digamos, para os 49% da escola. Tá certo, eles são um pouco rebeldes sem causa e não votaram no senhor, mas eles são bem mais estudiosos e não ficam colados na sua tevê como o resto da turma, eu lhe garanto.

Peço também uma lembrancinha aos meninos da Magistratura, que fazem a lição de casa direitinho, mas vivem apanhando da diretoria e acusados de mentirosos. Lembre-se Papi, que alguns destes meninos de beca já morreram debaixo de bombas brincadeiras armadas por seus afilhados moleques de rua lá do sul.

O presente? Nada de caro, bem baratinho mesmo, porque sei que o seu orçamento é bem apertado com essa crise toda. O senhor é que fez bem, em ter estocado um monte de brinquedos para sempre, lá nas suas fábricas Finivest e Mediaset, e até nas filiais de algumas ilhas partes do mundo. Os meninos aqui carecem apenas de algumas coisinhas simples, tipo leis. Leizinhas contra a corrupção da diretoria da escola, contra a imunidade dos protegidos do professor e contra alguns trombadinhas de rua que vivem ameaçando os meninos de beca durante as aulas de pesquisa.

Tá vendo que não vai gastar muito? Olha, um último pedido. Não deixe aqueles meninos "pianistas" da sua fábrica votarem o contrário, hein?

Beijos, Papi Noel, vou esperar sentada ansiosamente pela sua promessa.



Muito obrigada.


11 comentários:

Anônimo disse...

boa tarde,LuMa, não consigo falar nada, aqui deste lado do Atlantico sul, é identico, só que todo dia aparece mais um, devería ter pena de morte para todos eles, me desculpe escrever escrever assim mais não sabemos o que fazer, aqui se rouba e faz orações conjunta pedindo para Deus perdoar os pecados demais não,fazer o que já decidi vou distribuir panfletos nos trens, e onibus, com os nomes dos politics ladrões, e seus cumplices, ja notou que todo amigo de politico termina em eiro, (empreteiro, banqueiro, bicheiro, etc), e povo ta sem eira nem beira.bjs,

Anônimo disse...

rsrs isto porque não ia conseguir escrever nada LuMa,não consigo postar com meu nome to ficando velhinha e danrsrsrsbjs até anônimo(diu)

Anônimo disse...

Esta história de Natal está pior que o Natal com Mr Grinch.
Que desesperador!
Nao vejo esperança nem aqui nem ali nem acolá.

Beijos
Anna

Adrina disse...

Que desânimo. A maracutaia deixou de ser privilégio do Brasil. Ah, achei o máximo da educação de sua parte me avisar que olhou o medidor, mas esclareço que todo o conteúdo do blog é público, inclusive o Clustermap. Clique e olhe à vontade.

Punksauro Nei disse...

A maracutaia eh humana.

O resto eh emocao.

LuMa disse...

Diu:
Sabe que eu nunca havia reparado no 'eiro',rs? Vamos mandar todos no 'banheiro' e dar uma bela descarga,rs. Abraços.

Anninha:
E vc nunca quis ser transferida pra filial da Suiça...e nem do Japão! Agora tem que engolir os sabores tropicais,hehehehe...

Adrina:
Tudo resolvido com o medidor. Vc acredita que bloquearam porque o blog tem conteúdo para 'adultos'? Não sei como foi acontecer isso!

Nei: O 'pobrema' é que a maracutaia está em vermelho com a emoção. Tá faltando emoção! Beijos.

Fabrício Andrade disse...

Luma, esse seu texto é brilhante, muito criativo, de uma sagacidade maravilhosa. Estou esperando as suas impressões sobre a agressão sofrida pelo Silvio. Um abraço.

LuMa disse...

Olá, Fabrício. Por falta de tempo, não fiz um post, mas te adianto apenas uma coisa. Os 'camisas negras', os contemporâneos daqueles perseguidores de Mussolini, já começaram a agir. Ao contrário do passado, qdo se fazia 'rondas' pelas ruas atrás de oponentes, a caça agora se efetua na rede. Com ataque a blogs e sites sociais contra quem ofenda Berlusconi. É a democracia belusconiana :) Abraços!

Anônimo disse...

oi LuMa, parece que a Lei da mordaça tb tem ai porque aqui não se pode falar dos filhos do Sarnei, é tempos de traças. bjs.(diu)

LuMa disse...

Diu:
Pois é, fiquei horrorizada com a censura contra o Estadão. O coronelismo de Sarney ainda reina! Abraços!

Shoiti disse...

engraçado... por aqui alguns 'papais noeis' resolveram 'comprar panetones' para os bons meninos... e foram retirados de seus cargos públicos, diga-se presidente da Câmara do Distrito Federal, do Governo tbém do DF e mais uns outros...
como as pessoas são intolerantes, não????!!!!