segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009

Cassöla

Prato típico de Milão e região. Cozinha camponesa que remonta ao período medieval.

Nada de salivação em cima dos teclados, pois já comí por mim e por você também. O bom de ser uma eterna estrangeira é ser sempre convidada para comer algo que não se encontra facilmente nos restaurantes.

Cassöla - com trema (lê-se a volgal "o" como "oe") e em dialeto milanês, - provém da cozinha pobre milanesa. É um prato invernal, com origem na sociedade rural, subentendendo-se aí a precariedade e limitações da vida camponesa, como é a nossa feijoada. De fato, cassöla era um prato natalino por conter a carne, um elemento raro numa mesa na qual apenas cereais e poucas verduras compareciam na vida cotidiana.

O ingrediente central é o repolho crespo de inverno, aquí chamado de verza. Talvez a única verdura que resista sempre verde a temperaturas abaixo de zero grau, a céu aberto. Junta-se a ele o rabo, orelhas, pés, toucinhos e outras partes menos nobres do porco. Depois, o salsão, a cebola, o tomate e outros condimentos a critério de cada família. Cozinha-se tudo por 4 horas(!), até que o repolho se torne um purê e ressalte o seu açucar natural. Para acompanhar, uma polentona.

É verdade que, como a feijoada, a versão contemporânea prefira partes de carne mais nobres para prevenir hesitações, mas tenho quase certeza de que o sabor não seja o mesmo.

Nem anotei a receita. Como o gramado do vizinho, a cozinha dos amigos é sempre mais gostosa.

11 comentários:

Anônimo disse...

Tra la cassula e la fejoada non saprei quale secliere
Sono buone entrambe
L'importante è bere unbicchierino di grappa prima di mangiare la cassula
Si digerisce meglio
:-)

Paola disse...

Então é milanês!
Como vc sabe tudo aqui no Brasil é muito modificado, e a gente fala Cassolê, como se fosse algo mais francês!A receita, por aqui, também leva feijão branco, e por estar no Brasil, vai com arroz!RÁ! De qualquer modo estou salivando!
Beijocas

PAola

Paola disse...

Ih!
Então aqui no Brasil a gente come Cassolé mesmo!
Bom saber, vou atiçar minha mãe, quem sabe a gente nnao faz a Cassola quando o inverno chegar. Claro que vou atiçar meu pai para ele plantar o repolho crespo!

Beijocas

PAola

Anônimo disse...

a cozinha dos amigos é sempre a mais gostosa....dá próxima vez vou experimentar o gramado tb. cuidado q se não vc vai virar lumaria braga heim, saudades da falecida lady kamikaze.

hissahe disse...

Tenho certeza de que voce postou de proposito sabendo que nenhuma de nos ficariamos quietinhas.
\(◎o◎)/!
Ja alaguei o meu teclado...e eu que comecei uma dieta pra tentar emagrecer(ToT)/~~~
Dificil vai ser enganar as lombrigas esta noite.
Beijos

PS. alguem sabe quem "escolhe" essas palavras de verificacao??? Uma mais cabeluda que a outra!!!
A de hoje pra mim e "losmshi" ....

LuMa disse...

Hissahe, já estava estranhando a sua ausência..rs...(mas desde qdo vc precisa de dieta, danada?) A Paola é outra, que não renuncia a uma boa comidinha. Jorginho, a lady Kamikaze não morreu, apenas envelheceu um tiquinho!

Kenia Mello disse...

Luma, não sei aí como degustam esse prato, mas eu comeria a cassöla por cima de uma fatia generosa de pão italiano e acompanhado de uma bela taça de vinho tinto. Hummm!

Obrigada por ter adicionado o Leite de Cobra aos seus favoritos.

Beijos.

Anônimo disse...

LUMA ESTE PRATO NUNCA COMI, MAS DEVE SER MUITO BOMMMMMM!!!!!SE VÇ GOSTOU, VOU GOSTAR TBÉM!!!!!VAI PENSANDO NO QUE QUER COMER PARA EU FAZER QUANDO VIER ME VISITAR EM CARAGUÁ!!!!!BJUSSSSS

Leandro disse...

eu quero!

Shoiti disse...

deve ser uma 'dilícia'... vai Cézinha... solta os cachorros!!! e eu vou ter de passar por baixo da mesa qdo provar!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Adrina disse...

Ai, que cara delíciosa. Eu quero!